Quem vai dizer Basta ! ao Moro ? | Conversa Afiada

Um show de prisão!

Veja isso! Baseado em que script ?

Nada ! Uma grafiqueta de sindicato, um pouco melhor que um mimeografo, virou o Fiat Elba.

O escândalo do Bancoop ? Ainda não foi julgado !

Deve ser porque os delegados aecistas e os procuradores fanfarrões – o Silva é um espetáculo à parte – já perceberam que pelo financiamento de campanhas não condenam o Vaccari.

(O PSDB, como disse o Lula, levanta dinheiro em quermesse… Aos domingos, com freirinhas do Colégio Sion, às margens do lago de Furnas.)

Moro e Ataulfo, que fazem a Diferença, já têm pronta a sequencia.

Vaccari, Dirceu, Lula e Dilma.

Lula provavelmente vai em cana no Primeiro de Maio.

Dirceu já deveria ter o kit de sobrevivência pronto.

E a Dilma será devidamente encarcerada no Sete de Setembro !

Os advogados acreditam que há uma data importante a ser observada na tentativa de dizer basta ao atrabiliário do Moro.

É a segunda-feira 28, quando a Câmara do Supremo a que o Ministro Teori pertence deve julgar o Habeas Corpus de Ricardo Pessoa, empresario da UTC, que está preso desde quando Moro passou no exame de Ordem e o Procurador Lima começou a deixar crescer aquela barbicha de “Babilônia“.

Segundo a lei – que só não vale para Daniel Dantas, beneficiado, como se viu no jornal nacional, por dois HCs Canguru – um pedido de Habeas Corpus tem que passar por todas as instâncias, do Tribunal Regional ao STJ, para, depois e só então subir ao Supremo.

No dia 28 o Supremo vai decidir.

E, aí, a depender do que decidir o Supremo, outros pedidos de HC podem ser feitos.

E começaria a se desmontar a engenharia Golpista de ativistas que se inspiram na dupla Moro-Ataulfo.

Mas, mas, não será por aí que se dirá um basta ao Napoleão de Curitiba, segundo a charge do Bessinha.

Como diz um brilhante advogado, “a lógica da mídia penetrou no Judiciário”.

A lógica da Globo, porque, no Brasil, “mídia” significa “Globo”, como, na Argentina, “mídia” significava “Clarín”.

Mas, aqui, o PT não se cansa de bernardizar os ministros (sic) da Comunicação, como foi bernardizado o Berzoini, agora oficialmente.

Portanto, segue o ilustre advogado, é muito difícil o Supremo dar um basta ao Moro !

Quem vai pra cima do Bonner ?

Do Ataulfo ?

Logo, não se dá um basta ao Moro na Justiça.

A Justiça brasileira foi capturada pela Globo !

Tão simples quanto isso.

(Vez por outra, um Quixote qualquer consegue mandar o Ali Kamel às favas, como fez a Queijo, recentemente, de forma brilhante !)

Quem poderia dar um basta ao Moro ?

Uma autoridade governamental, sitiada pelo Golpe do impeachment ?

Quem ?

O zé da Justiça ?

Seria cômico se não fosse trágico.

Um advogado do Dantas peitar o Moro !

Quá, quá, quá !

Logo ele, que acatou com incontido prazer as condenações no mensalão do PT (sim, porque o mensalão tucano se desfez, como as provas do Paulo Roberto Casta. Clique aqui para ler “Tucano na cadeia, só depois de morto”).

Quem do Governo vai enfrentar o Moro ?

O Temer ?

O General Assis Oliva (ver no ABC do C Af) ?

De onde menos se espera – do Governo – dali mesmo é que não sai nada, diria o sábio Barão de Itararé.

Do Congresso ?

Que senador do PT daria um basta ao Moro ?

O Delcídio ?

A Marta ?

Só se for o Requião, que tem mais coragem que toda a bancada do PT junta.

O Moro é indestrutível ?

Vai prender a Dilma no 7 de Setembro ?

Não !

Porque a prisão do Vaccari ultrapassou os limites, frágeis, embalados em seda fina, chinesa, que ele mesmo se tinha fixado.

Era preciso ter um mínimo de legitimidade.

Com o Vaccari, a mulher do Vaccari e a cunhada do Vaccari, ele mergulhou de corpo inteiro no Ato Institucional número cinco !

Ele vestiu a farda do Coronel Ustra !

Ele decretou a prisão preventiva do Vaccari.

Serão 30 dias mais 30 dias.

Depois, ele mantém o Vaccari preso, porque é uma ameaça à ordem pública, mais do que o Eduardo Cunha !

E o Vaccari vai ficar ali, a definhar na masmorra curitibana, com o frio de maio, junho e julho, até confessar que foi o autor intelectual do atentado da rua Toneleros !

Moro deu um passo maior que as pernas.

Deixou rastro.

O rastro revelado pelo Ataulfo: Dirceu, Lula e Dilma !

E isso não fica sem reação.

Como não ficou sem reação a tentativa do Cunha de rasgar a CLT.

Como terá reação a brincadeira de impeachment do Machão do Leblão.

São gestos que rompem com violência a lógica da Legalidade.

Mesmo essa Legalidade de esparadrapo, a brasileira.

É uma ruptura grotesca.

Como acusar o Lulinha de ser dono da Friboi.

Só entra na cabeça de indigente da Avenida Paulista.

Mesmo o Golpe precisa ter uma lógica.

Uma lógica que se sustente ainda que em espaços institucionais amplos, flexíveis, inseguros porque, como se sabe, isso que não é uma Democracia.

Mas, mesmo na Democracia diaraque, a Democracia do 171 do Procurador Lima, mitigada, mesmo nessa, como a nossa, não vale fazer gol com a mão.

E quando mandou prender o Vaccari como se fosse o Fernandinho Beira Mar o Moro fez gol com a mão.

Até a esculhambação tem limites.

Mesmo as festas do Don Giovanni obedeciam a regras.

Mínimas.

Em tempo: quando prenderam e algemaram o Daniel Dantas, o Ministro Gilmar, autor da obra-prima dos dois Hcs Canguru, chamou de “espetacularização”. O Ministro Marco Aurélio, que nunca viu nada parecido com o que faz o Moro, logo baixou uma “súmula vinculante” para não permitir que presos como Dantas fossem submetidos a “espetacularização”. O que diriam os dois, agora, diante dessa foto na primeira pagina do Globo ? É assim mesmo… com preto, pobre, p… e petista ? Ou o Moro pode tudo ?

Paulo Henrique Amorim

Quem vai dizer Basta ! ao Moro ? | Conversa Afiada.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s