A construção em abismo da história

“A ditadura que não passa”
Paulo Arantes: 1964, um país feito num só Golpe

Conferência e debate de lançamento de “O novo tempo do mundo” (http://bit.ly/1f75CDF), com Paulo Arantes no Espaço Cultural Latino Americano (ECLA). Realizado no dia 15/05/2014, o evento integrou o ciclo “A ditadura que não passa” do seminário Labirintos e trincheiras promovido pelo coletivo Zagaia.

assista:https://www.youtube.com/watch?v=VmlDqXRAxJc

Blog da Boitempo

15 03 18 Edson Teles A construção em abismo da história[Carlos Alberto Augusto, ex-agente do Dops, posa para fotos em manifestação de 15.03.2015]
[Em depoimento à TV Trip, o delegado apelidado de “Carlinhos Metralha” afirmou que conheceu pessoalmente “muitos dos delinquentes que estão aí hoje… não metralhei porque não tive essa oportunidade. Se tivesse, o faria com o maior prazer.”

Por Edson Teles.

Cinco décadas após o Golpe Militar de 1964, duas de ditadura e três de democracia, o país vive a publicização dos trabalhos de apuração do período ditatorial. São os relatórios das comissões da verdade em suas várias instâncias. No último dia 12 de março foi lançado o Relatório da Comissão da Verdade Rubens Paiva, do Estado de São Paulo. Em pouco mais de dois anos de trabalhos, especialmente focados nos casos de mortos e desaparecidos, a Comissão teve como método principal de reconstituição da história a audição das pessoas que viveram o período.

No material publicado

View original post 843 more words

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s